Assim como em qualquer área da sua vida, um plano de carreira é essencial para alcançar o tão esperado sucesso profissional. Planejamento é a base para alcançar seus objetivos, e você já sabe que “Se você não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve”.

Agora, para sua vida profissional, a melhor forma de saber onde você quer chegar, e como chegar lá, é com um plano de carreira bem elaborado. Um plano de carreira lista os objetivos de carreira de curto e longo prazo e as ações que você precisa tomar para alcançá-los – assim você descobre desde onde você precisa ir, até o que você precisa estudar!

O grande ponto chave, e que poucos param para pensar, é que tudo muda. Seu plano não vai ser fixo, porque você e o mundo não vão ser os mesmos em alguns anos. Mas você pode se planejar caso o melhor – ou caso o “não tão melhor” – aconteça.

Para se prevenir de riscos, você deve elaborar mais de um plano de carreira e ordenar por prioridade (o primeiro é o que você mais quer para seu futuro):

  • O plano A: O cenário perfeito para você. Você sabe o que quer, e pode se planejar para alcançar seu sonho.
  • O plano B: Caso um ou outro problema aconteça, você tem uma opção muito semelhantes ao plano A para seguir, mas com pequenas distinções. Este é sequência do plano A.
  • Um plano (ou mais de um) completamente diferente de tudo o que você planejou: Seria um substituto, caso absolutamente nada saia como você imaginou.

A partir de uma lista de possibilidades, você foca na que você mais quer, e se nem tudo correr como o esperado, você possui opções para seguir em frente. Para elaborar detalhadamente cada uma das opções, você precisa seguir alguns passos:

  1. Faça uma lista com as opções para você, e inclua as habilidades exigidas, atividades a desenvolver, valores, etc. De preferência converse com pessoas que trabalham com isso. Se você ainda está incerto sobre o que quer, conhecer as opções a fundo pode levar de 2 até 4 anos, mas te ajudará a ser mais satisfeito futuramente – utilize estágios ou seja voluntário, e coloque a mão na massa para conhecer um pouco mais sobre cada possibilidade.
  2. Compare com o que você tem e considere o que você quer para seu futuro. Hora de listar as habilidades que você mais gosta em você, e que você quer utilizar. O que é mais importante para você? Levante algumas características como: desafios no cargo, localização, benefícios, e considere suas habilidades, experiência, objetivos, interesses e prioridades.
  3. Escolha o que você mais gostou e crie possibilidades a partir da sua escolha. Lembra do plano A e do plano B? Identifique opções dentro do que você mais gostou e foque nelas. Seu plano A e seu plano B são bem parecidos de propósito: É para você se dedicar a um deles, e mesmo assim estar preparado para o outro.
  4. Faça seu plano de ação e se dedique ao seu plano A. Defina metas, objetivos e indicadores para te orientarem durante sua carreira. Não esqueça de ser realista, e não se empolgar nas metas – isso é muito importante para você saber se está se saindo como planejou. Planos de ação precisam ter prazos e ser específicos o suficiente para alcançarem bons resultados.

Sabendo onde você quer chegar, fica muito mais fácil definir um caminho e descobrir o que é sucesso para você. Seu plano de carreiras não é estático. O mundo muda, você muda, e nada impede que seu plano de carreiras também mude.

Seu plano te orientará para os melhores caminhos, mas alcançar os objetivos só depende de você. Vamos começar buscando um trabalho alinhado com seu plano de carreira?

Para Empresas: Anuncie sua vaga aqui.


Comments are closed.