Uma taxa de rotatividade dentro do normal pode ser benéfica ou até motivadora para a empresa, fazendo com que o grupo de colaboradores se renove e seja otimizado, principalmente devido à empresa se desenvolver e precisar de pessoas com diferentes conhecimentos. Mas quando o índice de rotatividade é alto, pode incorrer em custos que poderiam ser evitados, colaboradores desmotivados e até a perda de clientes.

Trouxe neste artigo as 6 principais causas da alta rotatividade, para assim você identificar se sua empresa está por dentro do que acontece com seus colaboradores.

#1 Relacionamento interpessoal

O relacionamento com os colegas de trabalho é muito importante, tanto para a produtividade, quanto para o colaborador se sentir bem trabalhando na empresa. Colegas que colaboram entre si, não reprimam nem humilhem seus colegas de trabalho fazem com que o dia a dia dos colaboradores da empresa seja mais leve e saudável. Empresas com um ambiente de trabalho pesado e hostil costumam ter pessoas com baixo índice de produtividade, baixa satisfação e baixa retenção de talentos.

#2 Falta de perspectiva de crescimento

Poucas pessoas se sentem confortáveis em trabalhar em um local que não oferece a elas opções de se desenvolver e crescer na carreira. Um plano de carreira que ofereça perspectivas de crescimento dentro da organização é uma forma de reter pessoas talentosas, que procuram evoluir com a empresa, e evita que colaboradores sintam-se desmotivados com seu futuro na organização.

#3 Remuneração e benefícios insatisfatórios

Possuir um salário na média do mercado (tanto por área quanto por cargo) e oferecer os benefícios comuns à categoria é muito importante para recrutar e manter colaboradores de qualidade. As pessoas trabalham principalmente para cobrir seus custos, e isso depende diretamente da remuneração e dos benefícios que a empresa oferece. Valorizar os colaboradores de acordo com o que eles merecem ao desempenhar seu cargo faz com que eles se sintam bem em trabalhar para a empresa.

#4 Falta de reconhecimento

Uma das maiores queixas dos colaboradores é não ser reconhecidos pelas empresas em que trabalham. Mas afinal, o que é reconhecer alguém? É mostrar por meio de atitudes ou palavras que a pessoa desempenhou a função dela com excelência. Uma forma muito usada é a premiação, mas quando ela não é possível, um elogio já faz uma diferença enorme!

#5 Gestão ineficiente

Gerir pessoas e recursos de forma organizada e eficiente é um desafio, principalmente quando há pessoas capacitadas e talentosas contando com o desenvolvimento da empresa para seu desenvolvimento próprio. Talentos objetivam crescer junto com a organização, e se a liderança e a gestão da empresa não possuem um planejamento estratégico e visão de futuro do negócio, inevitavelmente os melhores colaboradores se sentirão desmotivados a trabalhar nela.

#6 Rotina monótona

Quem nunca ficou entediado com algo? Com o trabalho não é diferente. Acordar pensando que fará as mesmas coisas dos últimos 500 dias é desmotivador! Olhar para os mesmos móveis, produtos, pessoas e números torna a tarefa monótona e entediante. Uma forma comum de lidar com isso é rodízio de tarefas, mas deve ser estudado cuidadosamente antes da implementação, para que os colaboradores não se sintam desconfortáveis ao realizar tarefas para as quais não estão preparados ou habituados.

Investigar as causas da alta rotatividade é muito importante para compreender onde a empresa está precisando melhorar em seu relacionamento com os colaboradores, e pensar em formas de solucionar os problemas que podem resultar em desligamentos indesejados.

O primeiro passo para evitar a alta taxa de rotatividade está no recrutamento e seleção. Contratar pessoas certas para os cargos, e com potencial de se desenvolver com a empresa, é essencial para o sucesso da organização e do colaborador, assim como oferecer treinamentos profissionais para o desenvolvimento do colaborador.

 

Vamos começar com recrutamento e seleção eficientes?

CADASTRAR MINHA EMPRESA

 


Comments are closed.