Sabemos que uma alta taxa de rotatividade gera custos altos para a empresa, afeta a motivação dos colaboradores reduzindo a produtividade da equipe, sem contar seu efeito negativo na imagem da empresa perante o mercado.

Sua empresa não precisa disso.

 

Partimos da afirmação de que não basta pensar que seus funcionários estão satisfeitos com o trabalho. Nem sempre as pessoas demonstram o que realmente sentem, e você não pode esperar até que eles mostrem sua insatisfação: pode ser tarde demais e você poderá perder pessoas qualificadas da sua equipe.

 

Para manter os colaboradores satisfeitos com sua empresa é necessária uma estratégia de retenção. Não é fácil iniciar do zero um plano de retenção, mas caso você não tenha um, há grandes chances de estar perdendo não apenas dinheiro, mas também os melhores talentos.

 

Agora, você sabe como criar uma estratégia de retenção?

Vamos começar com o principal: Quais são as principais causas da alta rotatividade?

 

Já publiquei neste artigo as 6 principais causas da alta rotatividade, mas não custa nada relembrar:

-Relacionamento interpessoal hostil

-Falta de perspectiva de crescimento

-Remuneração e benefícios insatisfatórios

-Falta de reconhecimento

-Gestão ineficiente

-Rotina monótona

 

Agora pare e pense se os funcionários que pediram demissão na sua empresa se encaixam em alguma dessas causas. Também não custa nada fazer uma pesquisa sobre satisfação com seus colaboradores atuais sobre como se sentem no trabalho. Pesquisas anônimas costumam ter resultados mais próximos da realidade, e aqui a sua intenção é compreender como eles se sentem realmente para criar estratégias para lidar com isso.

 

Entre as estratégias de retenção, há 8 que consideramos essenciais, principalmente porque elas são baseadas nas causas mais comuns da alta rotatividade.

 

Estratégia #1 Mentores

Desenvolver parceiros internos não é bom apenas para os relacionamentos interpessoais, mas também para o desenvolvimento de capacidades da equipe. Aprender com os colegas de trabalho mostra na prática como realizar as atividades e também desenvolve parcerias.

Mentorias podem ser uma forma de treinamento, ou até uma recompensa, na qual os melhores talentos podem ser promovidos a mentores ou supervisores, aumentando o interesse, a responsabilidade e estreitando o relacionamento entre mentores e novos colaboradores. Mas cuidado: não esqueça de ter cautela com excesso de responsabilidades, ou pode acabar perdendo seus talentos.

 

Estratégia #2 Treinamento

Talentos não gostam de ficar estagnados na mesma posição, ou com a mesma carga de conhecimento. Eles querem evoluir no aprendizado e na carreira, e oferecer oportunidades para isso é mais do que necessário. Invista no futuro de seus talentos, e eles corresponderão aprimorando cada vez mais suas atividades na sua empresa.

 

Estratégia #3 Eficiência no recrutamento e seleção

De nada adianta investir em treinamentos se você contratou a pessoa errada. Não há treinamento suficiente para uma pessoa que não está alinhada com sua empresa, e nem para uma pessoa que não deseja desempenhar o cargo para o qual foi contratada. A base de tudo está no recrutamento e seleção: Para reter talentos, você precisa de talentos!

 

Estratégia #4 Clareza e organização na contratação

Ok, você está contratando as pessoas certas. Mas como está sendo o processo de integração delas no ambiente de trabalho?

Quando um novo colaborador entra no time, é necessário que ele se sinta parte da equipe, e para isso é necessária uma inclusão adequada, e clareza na definição das atividades a desempenhar e dos valores da empresa. É nesta etapa que a cultura da sua empresa é repassada a um novo colaborador, e são os estes colaboradores que construirão o futuro da sua empresa, então seja claro, receptivo e objetivo, este momento é um tempo bem investido.

 

Estratégia #5 Metas

Existem as metas da empresa, mas também existem as metas individuais. Cada pessoa possui um objetivo, e com base nele um plano Conseguir adequar a cultura organizacional da empresa aos objetivos pessoais ajuda a aumentar o engajamento dos colaboradores, aumenta o trabalho em equipe e cria fortes relações.

E se as metas não tiverem absolutamente nada a ver com a empresa? As metas individuais não precisam ser iguais às metas da organização, basta as pessoas se ajudarem para que todas busquem alcançar seus objetivos, seja pessoais ou organizacionais. Um exemplo é quando colegas trocam os turnos para que um possa estudar para uma prova de vestibular, ou quando a empresa libera o colaborador mais cedo para organizar a festa de aniversário do seu filho – são objetivos individuais bem diferentes, mas que possuem grande importância para as pessoas, e apoiar esses momentos possui valor imensurável.

 

Estratégia #6 Recompensa

Por mais que as mentorias sejam uma forma de recompensa para as pessoas que se destacam, é necessário ter um conjunto de formas de reconhecimento por um bom trabalho. Recompensas podem ser monetárias, folgas, reconhecimento público ou premiações de acordo com o gosto de cada colaborador.

O reconhecimento público ou em particular deve ser parte da sua cultura, elogiar aumenta a produtividade e a satisfação, e quando a crítica construtiva surgir ela será melhor interpretada. Comemorações por pequenas conquistas também são valiosas para seus colaboradores.

 

Estratégia #7 Inclusão

Todos devem se sentir parte do seu ambiente de trabalho, e devem compreender que possuem um grande papel nele. A comunicação, tanto entre a equipe quanto com a gerência, nessa hora é fundamental para que as equipes tenham uma boa interação e que todos se sintam confortáveis em expor seu ponto de vista abrindo espaço para novas ideias.

Uma opção não muito comum no Brasil, mas que envolve diretamente a inclusão, são as opções de ações, possibilitando aos funcionários participarem do sucesso da empresa.

 

Estratégia #8 Remuneração

A remuneração é um dos primeiros fatores que fazem com que as pessoas abandonem seus empregos. Compensar o funcionário pelo seu trabalho por meio de um salário competitivo e benefícios atrativos para o seu setor, mostra que a compensação pelo trabalho na sua empresa é justa. Pessoas valorizadas se sentem valiosas para sua empresa, afinal, é mostrando que eles possuem valor que eles fornecerão valor ao seu trabalho.

Participar dos resultados, seja por meio de ações ou comissão, é uma forma de estimular o colaborador a buscar crescer junto com a empresa.

 

Você não precisa de altas taxas de rotatividade. Você precisa melhorar sua forma de reter talentos e fazer sua empresa crescer junto com eles.

 

Contratando com base nos Jobzi Points sua empresa aumenta em até 300% a qualidade das suas contratações, reduzindo sua taxa de rotatividade e aumentando o número de talentos qualificados na sua empresa.

 

Utilize o Jobzi Empresas para abrir suas vagas e veja em meses sua empresa crescer com os melhores talentos.

 

Abrir vaga gratuitamente


Comments are closed.